Como reduzir a sangria de caixa no seu varejo

Praticidade Mai 03, 2021

A sangria de caixa é um procedimento com a finalidade evitar o acúmulo de grandes quantias de dinheiro no PDV.

Apesar de fazer parte da rotina do varejo, esse método gera prejuízos ao varejista.

Conforme abordamos no artigo “Tudo o que você precisa saber sobre sangria de caixa”, o operador de caixa leva, em média, 15 minutos para realizar esse procedimento. Assim, dependendo da quantidade de sangrias realizadas no caixa, seu colaborador pode chegar a perder mais de uma hora todos os dias apenas nessa única operação.

Além da perda de tempo, quando esse processo é realizado de modo manual há grandes chances de erros de contabilização que provocam a tão temida quebra de caixa.

Esses dois fatores acarretam em prejuízos financeiros para o varejista, afinal de contas, seja na quebra de caixa ou no tempo despendido pelos operadores de caixa nessa operação recorrente. Nesse sentido, o ideal é evitar ao máximo a sangria de dinheiro no ponto de venda.

Neste artigo, preparamos algumas dicas práticas para te ajudar a reduzir a sangria de caixa no seu varejo. Confira!

1. Faça o dinheiro circular dentro do seu próprio negócio

Muitos varejistas optam pela sangria no caixa para evitar grandes quantias de dinheiro acumuladas. Uma das maneiras de reduzir a necessidade desse tipo de procedimento é justamente fazer com que o dinheiro circule dentro do seu próprio negócio. Dessa maneira, o ponto de venda não terá grandes quantias, mas, ao invés disso, um fluxo recorrente.

Existem diversas maneiras de estimular a circulação do dinheiro dos caixas dentro da loja.

Uma delas é a inclusão de outras lojas dentro do seu varejo. Por exemplo, muitos supermercadistas incluem outros tipos de varejos, como quiosques e pequenas lojas dentro dos seus espaços de modo a estimular esse ciclo do dinheiro centralizado. Além disso, existem outras conveniências que também podem ajudar nesse sentido.

Outra alternativa para a circulação monetária internamente é permitir que o cliente saque quantias de dinheiro físico diretamente no ponto de venda. Dessa maneira, o dinheiro acumulado também sai, evitando assim que o seu caixa se torne menos seguro. Além disso, essa solução é um grande chamariz para estimular a fidelização de clientes!

Segundo uma pesquisa da consultoria Provokers, a qualidade do serviço, bem como o atendimento, são fatores que se sobressaem acima do preço dos produtos na hora das compras. Ou seja, os consumidores também prezam pela conveniência além de somente menor preço.

Por isso, fazer uso de soluções que melhorem a experiência de compra do seu cliente, e, ao mesmo tempo, façam o dinheiro circular com segurança no seu negócio, é uma ótima alternativa para reduzir o número de sangrias na sua loja.

2. Invista em inovações

Uma das formas mais simples de evitar as sangrias de caixa no seu negócio é contar com inovações que agilizam o processo de pagamento de compras. Por meio delas, é possível evitar que grandes quantias fiquem acumuladas no caixa, além de oferecer muito mais agilidade para o fechamento.

Criada para também sanar essa dor do varejo, a Sled Troco é uma dessas soluções inovadoras. Com ela, a falta de troco se torna um problema do passado. Isso porque, ao implementar a solução, o operador de caixa pode devolver o troco do cliente de forma digital, diretamente no CPF.

Além disso, uma das grandes vantagens desta inovação está justamente na redução de sangrias no caixa. Por oferecer o troco de forma digital, o operador não precisará mais utilizar o já conhecido “kit troco” (cédulas e moedas previamente separadas que são utilizadas para dar troco na abertura do caixa, quando ainda não houve entradas de dinheiro físico).

Com a Sled Troco, o dinheiro para  troco ao cliente fica disponível em forma de crédito na conta do estabelecimento do varejista. Assim, quando for necessário, o colaborador só precisará transferir a quantia para o CPF do cliente.

Investir em inovação permite que o operador de caixa não precise mais ficar arrecadando moedinhas ou acumulando notas para evitar ficar sem troco.

3. Aposte em soluções integradas ao sistema

Outra excelente dica para reduzir a sangria de caixa é apostar em soluções integradas como a Sled Troco, que falamos anteriormente. Por ser totalmente integrada com os sistemas de frente de caixa, a solução evita uma das etapas mais demoradas durante o procedimento de sangria de caixa: contabilizar todo o dinheiro que entrou e a quantia que será retirada do PDV.

Ao contar com soluções integradas, a conciliação é feita de maneira mais ágil, seja para o dinheiro físico como para outros meios de pagamento.

O operador não precisará mais contabilizar os valores manualmente, o que reduz drasticamente as chances de erros humanos na hora do cálculo. Além disso, no caso de soluções como a Sled Troco, onde a entrega de troco é contabilizada na hora, o tempo gasto em processos de sangria é muito menor.

Se antes um colaborador levava em média 15 minutos para contar o dinheiro, anotar tudo e transferir para o malote, com a Sled Troco o tempo gasto cai para não mais do que 5 minutos. É mais agilidade e menos complicação para os colaboradores.

4. Busque meios de pagamento que evitem a sangria de caixa

Mais uma das maneiras de evitar a sangria de dinheiro no seu ponto de venda é buscar por outros meios de pagamento. É fato que atualmente o dinheiro é o meio mais usado entre os brasileiros.

Contudo, existem outras alternativas muito vantajosas que você pode incluir no seu negócio que, além de reduzirem a quantidade de sangrias, também podem trazer outros benefícios, tais como:

  • Agilizar o atendimento ao cliente;
  • Reduzir o índice de fechamento de caixa;
  • Estimular a fidelização dos clientes;
  • Melhorar a gestão financeira do seu negócio;
  • Otimizar as operações do dia a dia.

Uma excelente alternativa é a Sled Pix.  Através dessa solução, você permite que o cliente realize o pagamento da compra via Pix.

Cada vez mais utilizado entre os brasileiros, o Pix é um novo meio de pagamento eletrônico instantâneo.

Responsável por agilizar o atendimento no caixa, com a Sled Pix, o varejista conta com um meio de pagamento integrado ao seu sistema de frente de caixa e que oferece conciliação automática, evitando, assim, erros de contabilização e obtendo mais segurança para o seu negócio.

Para saber mais sobre como essa solução funciona, confira este artigo:“Pix para empresas: tudo o que você precisa saber”.

Por meio da Sled Pix, o varejista reduz drasticamente a quantidade de dinheiro vivo no seu ponto de venda, e, ao mesmo tempo, oferece um novo meio de pagamento para o seu cliente.

E então, o que achou dessas dicas para reduzir a sangria de caixa no seu varejo?

Não deixe de colocá-las em prática no dia a dia do seu estabelecimento e lembre-se sempre de buscar novas maneiras de tornar a sua operação mais ágil. Com isso, certamente você verá como ideias e soluções simples podem fazer a diferença no seu atendimento e, consequentemente, no faturamento do seu negócio.

Quer saber mais sobre como implementar as soluções da Sled no seu negócio? Então aproveite para entrar em contato e falar agora com o nosso time.

Assuntos

Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Ótimo! Agora, complete o checkout para acesso completo.
Bem-vindo novamente! Você fez login com sucesso.
Successo! Sua conta foi ativada, agora você tem acesso a todo o conteúdo.