Os perigos de acumular dinheiro em loja

Economia Jun 22, 2021

Todo varejista busca garantir mais segurança para o seu negócio, principalmente o varejo físico.

Uma das estratégias mais utilizadas para ter mais segurança consiste em evitar acumular dinheiro em loja, já que ter altos valores em caixa gera insegurança para a rotina varejista.

Além da questão de segurança, o acúmulo de dinheiro no PDV também gera prejuízos para o varejista, exigindo a realização de sangrias, fechamento de caixa, transporte de valores dentro e fora do estabelecimento, contratação de cofres inteligentes, etc.

Todas essas questões se tornam perigosas para o varejista e acabam gerando perdas para o estabelecimento.

Pensando nisso, varejistas de todo o Brasil têm buscado alternativas que ajudem na circulação do dinheiro na loja, como o saque no PDV. Como relatado nesta reportagem da Consumidor Moderno, o saque no ponto de venda fornece não apenas mais segurança para a loja, como ajuda na modernização das operações.

Entenda nesse artigo como acumular dinheiro em loja pode ser prejudicial em vários aspectos e como você pode resolver esse problema utilizando soluções tecnológicas. Confira!

Problemas causados pelo acúmulo de altos valores

Ter muito dinheiro acumulado no PDV pode ser problemático de diversas maneiras. Descubra quais são os principais perigos que atingem desde pequenos até grandes varejistas quando acumulam dinheiro em loja.

1. Roubos e furtos

Os assaltos certamente são o maior perigo que o acúmulo de altos valores oferece. Mesmo os varejistas que contratam serviços de segurança privada temem serem assaltados.

Não bastasse a insegurança e medo que isso gera, ainda há o prejuízo financeiro da loja. Segundo uma pesquisa realizada pelo Ibevar (Instituto Brasileiro de Varejo e Mercado de Consumo) e pelo Provar (Programa de Administração de Varejo) da FIA, em parceria com a Academia de Varejo, varejistas brasileiros perdem cerca de 2,89% do faturamento líquido por conta roubos, furtos e problemas operacionais.

O mesmo estudo mostrou que são as pequenas e médias empresas que mais sofrem com o problema, já que engloba não apenas o roubo do dinheiro físico, mas também de produtos.

A frequência de roubos e furtos no varejo físico é grande; desde o início da pandemia, houve um crescimento de 20% na procura por empresas de segurança privada.

O aumento dos pagamentos em dinheiro, juntamente com o alto índice de fechamento de lojas por conta de decretos, provocou mais insegurança aos varejistas.

2. Altos custos

Um perigo recorrente causado pelo acúmulo de dinheiro no PDV é o aumento nos custos na gestão de numerários .

Isso porque, as grandes quantias acabam dobrando a necessidade de realizar operações rotineiras, como as sangrias. Muitos varejistas, na tentativa de trazer mais segurança para suas lojas, também acabam por contratar fiscais de caixa, apenas para fazer o trabalho constante de transferência de valores do PDV para o cofre.

Porém, essa acaba não sendo uma solução definitiva, uma vez que os colaboradores continuam a ter insegurança no dia a dia, já que o acúmulo das quantias sai do PDV mas permanece nos cofres dentro da loja.

Além disso, é preciso lembrar também que, em muitos casos, os varejistas precisam contratar cofres e sistemas de segurança mais caros por conta desse tipo de estratégia. Ou seja, além de não acabar com o perigo em si, ainda aumentam os custos em algo que não gera nenhum retorno financeiro para a loja.

3. Insegurança por parte dos colaboradores

Não podemos esquecer também que a própria insegurança dos colaboradores é um problema causado pelo dinheiro acumulado no PDV. Além do risco de roubos, os funcionários ainda precisam lidar com os riscos do manuseio do dinheiro (como erros na hora de contar), o que afeta diretamente a produtividade.

Inclusive, essa insegurança também acaba interferindo na rotatividade de profissionais dentro do varejo. Não é à toa que atualmente, comércios como supermercados, farmácias, padarias, entre outros estabelecimentos, acabam tendo um alto turnover.

Os profissionais não se sentem seguros trabalhando, o que gera a entrada e saída em massa. Consequentemente, os gastos com encargos trabalhistas para a contratação e desligamento desses funcionários também acabam saindo diretamente do bolso do varejista.

4. Atrasos no atendimento

Outro problema que não podemos deixar de citar é o próprio atraso no atendimento.

É inevitável: quando o varejista percebe que os caixas estão com muito dinheiro - e não há uma solução tecnológica que permita que ele saia -, as sangrias se tornam necessárias.

Acontece que as sangrias acabam tomando um tempo precioso do atendimento na loja. Afinal, o operador de caixa precisa parar, contar todo o dinheiro, chamar o fiscal de caixa que levará o dinheiro para o cofre, e só então liberar o PDV.

Toda essa operação leva em média 15 minutos que, quando somados, podem tranquilamente consumir várias horas de vendas na loja.

Seja pela insegurança ou pelo custo, dinheiro acumulado é sinônimo de perdas para a loja.

Como a Sled Saque pode te ajudar a não acumular dinheiro em loja?

Agora, imagine uma solução que, além de evitar que você acumule dinheiro em loja, ainda estimula a fidelização dos seus clientes?

É exatamente isso que a Sled Saque oferece. Ao fornecer a solução de saque nos seus PDVS, você evita que altas quantias fiquem paradas nos caixas e ainda oferece mais um benefício e diferencial para o seu cliente.

Com a Sled Saque, o consumidor poderá fazer saques de até R$ 200,00 na sua loja, variando conforme a disponibilidade de dinheiro naquele PDV, o que consequentemente aumenta a circulação do dinheiro.

Assim, você não precisa mais se preocupar em retirar constantemente grandes quantias do PDV, deixando seu estabelecimento ainda mais seguro.

Além disso, outros benefícios da Sled Saque são:

  • Atração de novos clientes todos os dias, já que o percurso diário para acessar este serviço será menor;
  • Clientes terão a segurança e comodidade que o varejo oferece, como estacionamento e a possibilidade de fazer compras;
  • Com a pandemia e a maioria dos locais fechados, os clientes se beneficiarão ao se deslocarem menos para sacar dinheiro;
  • Reduz a quantidade de sangrias, já que o dinheiro sai aos poucos a cada saque efetuado;
  • Reduz o tempo de armazenamento do dinheiro;
  • Reduz o tempo de deslocamento de transferência de dinheiro;
  • Diminui o valor acumulado no caixa, o que favorece a segurança;
  • Autonomia do varejista para determinar a quantidade máxima de dinheiro disponível no PDV.

Outra vantagem da Sled Saque é que a solução não interfere no processo de troco para os seus clientes nem no fluxo de caixa, isso porque, o saque médio dos consumidores fica entre R$ 20 e R$ 50. Com base em cálculos realizados, há um equilíbrio do fluxo de caixa, já que há diminuição de sangrias à medida que os saques são feitos.

Com a Sled, você garante soluções para todos os desafios do seu varejo. Garantimos que você tenha uma rotina mais fluida e sem obstáculos. Venha para um mundo zero atrito.

Quer saber mais sobre como implementar a Sled Saque no seu negócio? Então aproveite para entrar em contato com o nosso time de vendas e saiba mais sobre como decolar o seu negócio.

Assuntos

Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Ótimo! Agora, complete o checkout para acesso completo.
Bem-vindo novamente! Você fez login com sucesso.
Successo! Sua conta foi ativada, agora você tem acesso a todo o conteúdo.